quinta-feira, 6 de maio de 2021

Suspensa de novo a circulação do Eléctrico da Praia das Maçãs

 


"A circulação do Eléctrico de Sintra será suspensa no dia 7 de Maio, às 10h20 no sentido Sintra-Praia das Maças e às 11h20 no sentido Praia das Maçãs-Sintra, por motivos técnicos. 
 
A linha ferroviária liga a serra ao mar através do percurso da vila até à Praia das Maçãs, ao longo de quase 13 quilómetros, entre a Vila Alda na Estefânia e a Praia das Maçãs."
Inf.CMS

terça-feira, 4 de maio de 2021

Porque hoje é Dia Internacional do Bombeiro


 O Dia Internacional do Bombeiro observa-se anualmente 4 de maio.

A data foi estabelecida em 1999, após uma intensa circulação de emails pelo mundo gerada pela trágica morte de cinco bombeiros num incêndio na Austrália.

terça-feira, 9 de março de 2021

O 131º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Colares

 


A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Colares, comemoram  hoje 131 anos da sua fundação.


Transcrito parcialmente da página da Internet dos Bombeiros Voluntários de Colares "

 (...)É facto provado que a Associação dos Bombeiros Voluntários de Colares, a primeira a ser criada no Concelho de Sintra, iniciou serviços operacionais em 9 de Março de 1890, com a inauguração da sua “Estação de Incêndios”, embora os seus primitivos Estatutos só tivessem sido aprovados por Alvará do Governo Civil de Lisboa datado de 22 de Junho de 1892. De entre as 27 pessoas que integraram a comissão que redigiu e assinou esses Estatutos, destacamos os nomes de:• José Inácio da Costa, natural de Colares, um dos fundadores do Montepio e benemérito que muito contribuiu para vários melhoramentos em Colares, como a fundação a expensas suas de uma banda de música integrada no Corpo de Bombeiros, a construção da estrada para a Praia das Maçãs, etc.; • Eduardo Rodrigues da Costa, também natural de Colares, que veio a ser o primeiro Chefe da Esquadra e depois o Comandante do Corpo de Bombeiros e doador do material com que este iniciou as suas actividades;• António Maria Dias Pereira Chaves Mazziotti, também ele natural de Colares, que durante 17 anos foi Secretário da Junta do Crédito Público, em representação do Governo e, em várias legislaturas, de 1880 a 1908, foi Deputado pelo Partido Progressista, representando os Círculos de Sintra, Lisboa e Beja.Pelo menos até 1892, o novo Corpo de Bombeiros constituiu a 5ª Esquadra da Real Associação dos Bombeiros Voluntários da Ajuda, de que era então Comandante o Príncipe D. Afonso Henriques, Duque do Porto e irmão do Rei D. Carlos I.Com esta nova Esquadra, os Bombeiros da Ajuda, passaram então a estar estruturados como segue: 1.ª Esquadra, no Palácio da Ajuda, chefiada por João Luís Duarte; 2.ª Esquadra, na Casa Pia, chefiada por Eugénio L. Oliveira; 3.ª Esquadra, no Palácio da Necessidades, chefiada por Eugénio L. Oliveira; 4.ª Esquadra, no Hospital S. José, chefiada por Artur Mena; 5.ª Esquadra, em Colares, chefiada por Eduardo Rodrigues da Costa."




O pronto-socorro "Benz" dos Bombeiros de Colares(Foto,Arq.N.Torre do Tombo)

"Junho de 1935
- Realizou-se a 2ª Grande Parada dos Bombeiros Portugueses, com o desfile perante o Presidente da Républica e de membros do governo. Esta parada, em que os Bombeiros Voluntários de Colares se fizeram representar com o seu pronto-socorro e respectiva guarnição, reuniu 144 corporações de todo o País, 144 viaturas e perto de 2500 homens."




Diário de Notícias 19-12-90

Em 19 de Dezembro de 1990, a nova Auto-escada, é assunto de uma notícia do jornal "Diário de Notícias" com um título bastante chamativo - “Cenários à moda de Hollywood usados por corporação de Colares”, o D.N. fazia referência ao facto dos Bombeiros Voluntários de Colares voltarem a testar a sua eficácia no combate ás chamas "através de um simulacro realizado ontem no Mucifal...”, presenciado pela “ população do Mucifal que ocorreu em grande número ao largo da Igreja, onde tinha sido montado o cenário para este exercício, aplaudiu entusiásticamente, os heróis locais.” e adiantava que "este simulacro serviu para mostrar a mais recente aquisição do bombeiros de Colares- uma escada *Magirus de 30 metros de comprimento e comunicação via rádio do entre o topo e a base"




quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Os Bombeiros na linha da frente

Foto:SIC

 Meios dos Corpos de Bombeiros dos Concelhos de Lisboa, Amadora, Sintra, Cascais, Oeiras e INEM. no transporte de doentes com COVID-19, em fila de espera no Hospital de Santa Maria.

Portugal registou nesta quarta-feira mais 15.073 novos casos de infecção pelo novo coronavírus (o que corresponde a um aumento de 2,3%) e 293 mortes — um novo máximo de óbitos em 24 horas.



domingo, 20 de dezembro de 2020

Explosão e desmoronamento em prédio na rua de Sta.Marta


Foto SIC
Uma explosão seguida de desmoronamento de um prédio (nº41) na rua de Sta Marta em Lisboa, provocando vários feridos e suspeitas de desaparecidos. Estiveram presentes nesta ocorrência  12 elementos e  3 viaturas dos Bombeiros Lisboneneses, o regimento de Sapadores Bombeiros e a colaboração de um drone dos Bombeiros de Almoçageme.


Informação  das 14h00 ( em actualização)


Foto CMTV

Foto TVI

A forte explosão provocou diversos estragos nos edificíos em redor, incluindo o Hospital de Sta. Marta, vizinho do edificío que desmoronou


O quartel dos Bombeiros Voluntários Lisbonenses  centralizou a Protecção Civil   o apoio psicológico, e   também o fornecimento de  refeições aos deslocados do desmoronamento  do nº41 da rua de Sta Marta.


Créditos: Fotos TVI,SIC, CMTV

sábado, 12 de dezembro de 2020

O 110º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Lisbonenses

"Na porta ao lado com o nº97, onde era a antiga sede dos Bombeiros Voluntários de Lisboa (temporáriamente suspensa na altura),abria as sua portas em 12 de Dezembro de 1910 a Associação dos Bombeiros Voluntários Lisbonenses, chefiada pelo Sr. Eduardo Macieira, embora só fosse oficialmente reconhecida como 3ª Secção da Divisão auxiliar, em 21 de Março de 1911."

Foto em 12 de Dezembro de 2020 -Cemitério dos Prazeres

Decorreram como programado, as celebrações do 110º Aniversário  dos Bombeiros Voluntários Lisbonenses - após o hastear das Bandeiras, a romagem aos cemitérios  dos Prazeres  (monumento de homenagem  a todos os elementos falecidos do Regimento de Sapadores Bombeiros) e visita ao talhão dos Bombeiros Voluntários da Cidade de Lisboa no Cemitério do Alto de São João, este ano com o formato mais reduzido derivado da situação pandémica do COVID-19.que nos assola.

No Cemitério dos Prazeres com elementos do Regimento de Sapadores Bombeiros.(Foto em 12/12/2020)

Cemitério dos Prazeres (Foto em 12/12/2020)

Após Missa em memória de todos os corpos gerentes, Bombeiros e suas familias falecidos, procedeu-se  à inauguração de três viaturas (VDTD 09 -ABSC 10 e ABSC 11).

Foto em 12/12/2020

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Carro do Serviço de Incêndios do Arsenal da Marinha


 Museu de Marinha/Lisboa